Últimas tendências de arquitetura e design de interiores para sua casa!

As tendências de arquitetura e design estão em constante movimento. Elas acompanham o comportamento das pessoas e refletem as mudanças da sociedade. Afinal, nossas demandas diárias moldam o lugar em que vivemos.

As tendências de arquitetura e design estão em constante movimento. Elas acompanham o comportamento das pessoas e refletem as mudanças da sociedade. Afinal, nossas demandas diárias moldam o lugar em que vivemos.

No decorrer do último ano, foi possível notar essa lógica de forma mais evidente. Muitas atividades precisaram passar para o formato on-line e nós tivemos que nos adaptar para conciliar trabalho, família e lazer nos mesmos ambientes.

Essa transformação inesperada teve forte influência nas tendências de arquitetura e design de interiores. Começamos a ver nossas casas de forma diferente – enquanto valorizamos funcionalidade, também queremos um refúgio de bem-estar.

Ao longo desta leitura, você vai conhecer quais tendências de arquitetura e design estão em alta e poderá se inspirar no que melhor representa o seu estilo de vida.

Primeiro: você sabe qual a diferença entre arquitetura e design de interiores?

Antes de explorar as tendências, vamos nos concentrar em um ponto importante: a diferença entre arquitetura e design de interiores. Com essa clareza, você saberá a quais profissionais recorrer no momento de uma construção ou reforma.

Uma das principais informações que você deve ter em mente é que apenas arquitetos registrados no Conselho de Arquitetura e Urbanismo ou engenheiros civis associados ao Conselho Regional de Engenharia e Agronomia são habilitados para responder por uma obra que envolve mudanças estruturais.

O designer de interiores terá como foco a criação de um projeto direcionado aos ambientes internos. Isso inclui sugestões de layout, como ampliação ou adequação de espaços, além de toda a composição de mobiliário e objetos decorativos.

Os projetos precisam estar alinhados com as preferências do cliente. Se você tem o hábito de receber amigos em casa, por exemplo, uma varanda gourmet pode ser um espaço bem aproveitado. 

 

Essa alternativa permite o desfrute de um ambiente descontraído e flexível, que pode atender até mesmo ao home office, como já prevê, por exemplo, o empreendimento Sintonia Ibirapuera, da R. Yazbek.

Na criação da proposta, são consideradas questões como estética, ergonomia, conforto, acústica e iluminação. 

Muitas vezes, arquitetos e designers de interiores atuam de forma colaborativa para que seja possível chegar a um resultado harmônico, que contemple estrutura e decoração.

Últimas tendências em design e arquitetura para sua casa!

São as necessidades dos clientes que orientam os profissionais durante a concepção dos projetos. E a maior parte das demandas, principalmente residenciais, refletem tendências da arquitetura e do design.

Essas interpretações da contemporaneidade representam um panorama do que está acontecendo no mundo e de como as pessoas estão se relacionando com os ambientes onde transitam.

Com o distanciamento social imposto pela pandemia, o que se percebe é uma busca pela afetividade e pelo contato com a natureza, ainda que dentro da própria casa. Ao mesmo tempo, a tecnologia ganha cada vez mais espaço como aliada para tornar a vida mais prática.

Tem curiosidade em saber mais? Acompanhe as tendências que estão em evidência no universo da arquitetura e design de interiores.

Arquitetura Escandinava, tons monocromáticos e texturas

Conforto é uma das sensações mais apreciadas nos lares hoje em dia. Estamos passando muito tempo em casa e queremos ambientes aconchegantes, com estímulos visuais na medida certa.

Uma das referências mais associadas à simplicidade é a Arquitetura Escandinava, que tem como marca composições clean e funcionais. Tons neutros e suaves, que navegam pelo branco, bege e cinza, trazem uma impressão de maior amplitude aos ambientes.Os projetos com esse estilo apresentam grandes aberturas, priorizando a iluminação natural

A monocromia, que está bastante presente na Arquitetura Escandinava, desponta como uma tendência forte em arquitetura e design. Apenas uma cor, trabalhada em diferentes tonalidades de forma harmônica.

Se a ideia de ambientes monocromáticos agrada você, invista em texturas. Tecidos com tramas aparentes, que convidam ao toque, extrapolaram o mundo da moda e estão fazendo sucesso no design de interiores. É o caso do linho, jeans, lona, canelados e sisal.

Tecnologia aliada a sustentabilidade

Tecnologia aliada a sustentabilidade

Soluções que apostam em sustentabilidade são uma forte tendência em arquitetura e design. As pessoas estão despertando para a conscientização de que precisam fazer a sua parte na redução do impacto ambiental.

Esse olhar já começa na obra, com a escolha de materiais oriundos de fontes naturais e renováveis. Técnicas de restauração também conquistam prestígio, por permitir a reutilização de mobiliário e objetos decorativos.

A tecnologia tem muito a contribuir nesse sentido. Painéis solares, por exemplo, garantem a captação de energia limpa. Já a automação residencial e a internet das coisas, que conecta diferentes dispositivos, reduzem o desperdício de água e energia. É possível, por exemplo, programar o desligamento ou a intensidade das luzes, controlar o sistema de ar-condicionado e detectar rapidamente vazamentos de água.

As chamadas casas inteligentes – gerenciadas por sistemas e aparelhos – já são uma realidade, encontrada também em apartamentos de alto padrão. O projeto do Beyond Jardins, da R. Yazbek, já incorpora no projeto a previsão de automação nas unidades residenciais. 

Design industrial, minimalismo e madeira clara

madeira clara

São muitos os desdobramentos da sustentabilidade sobre as tendências de arquitetura e design. A ascensão do design industrial é reflexo dessa influência, já que há um movimento preferencial pelo reaproveitamento de espaços.

Em muitos lugares, propriedades antigas, que antes abrigavam fábricas, estão se transformando em espaços residenciais. A estrutura original das instalações não apenas é mantida, como colocada em evidência.

O design industrial aposta em tijolos e encanamentos aparentes, o que exige menos reforma. Os acabamentos são definidos no mesmo contexto, de forma a criar um padrão visual nos ambientes.

A aplicação de outras tendências possibilita a criação de projetos contemporâneos de design industrial. Uma das alternativas está no minimalismo, que prioriza ambientes funcionais e confortáveis, mas com poucos elementos.

Para fugir do óbvio, muitos designers de interiores usam materiais contrastantes na mesma composição. As madeiras claras estão marcando presença em muitos ambientes, agregando suavidade ao resultado estético. Bastante versátil, o material transita com facilidade entre projetos de perfis variados.

Formas curvas, tijolo de vidro e estruturas metálicas

O estilo industrial enche os olhos de arquitetos e designers de interiores até mesmo na definição de materiais para reforço industrial. As estruturas metálicas são uma escolha recorrente e possuem diversas vantagens.

Leves e modulares, as estruturas metálicas podem ser transportadas sem dificuldade e atender a múltiplas demandas. Além disso, oferecem resistência e muito charme.

No que se refere a mobiliário e decoração, as formas curvas estão ganhando destaque. Como uma das muitas tendências que se inspiram na natureza, as linhas orgânicas transmitem uma sensação de acolhimento.

Por falar em conforto, a iluminação natural está entre as prioridades do momento em arquitetura e design. Uma das soluções exploradas pelos profissionais são os tijolos de vidro e cobogós. 

Como permite a passagem de luz, ao mesmo tempo em que distorce a imagem do que está do outro lado, os tijolos de vidro cumprem a função de divisória. Na mesma proposta, os cobogós se diferenciam pelo design vazado e podem ser feitos de diversos materiais. Ambos são referências vintage, das décadas de 40 e 50.

Design biofílico, fibra natural e arcadas

Fibra natural

Mais do que nunca, a natureza toma conta das tendências de arquitetura e design de interiores. O design biofílico traduz esse desejo de conexão com o que é natural e o materializa de formas variadas na composição dos espaços. 

As plantas são um dos recursos mais utilizados – em vasos, suspensas, na criação de paredes verdes ou em grandes instalações que as tenham como protagonistas.

No caso de espaços que não tenham condições adequadas para manutenção de plantas naturais, elas entram no formato de quadros, papéis de paredes e tecidos estampados.

Uma outra alternativa são as plantas preservadas, que passam por tratamentos específicos com o intuito de preservar a aparência natural por muitos anos, sem demanda de água ou luz. Essa técnica já é bastante explorada por designers de interiores.

Como não poderia ser diferente, a madeira também integra os elementos que compõem o design biofílico. Em especial, madeiras de demolição, com aparência rústica.

Embora ainda seja um ramo recente no universo de arquitetura e design, tudo indica que o design biofílico deve prosperar nos próximos anos. O apartamento decorado do empreendimento Sintonia Ibirapuera, da R. Yazbek, foi inspirado nessa tendência. 

As fibras naturais aparecem como uma preferência que vai ao encontro do que já trouxemos até aqui. Rattan e vime estão entre os preferidos do momento como material para mobiliário, tapeçaria e luminárias.

Por fim, os arcos, que mais uma vez lembram a importância das formas fluidas e arredondadas. As arcadas são parte da arquitetura clássica e podem ser encontradas em muitas construções pelo mundo.

Agora, os arcos são vistos em aplicações contemporâneas – não apenas na estrutura, mas também como pintura em paredes, por exemplo. Muitas vezes coloridas, as arcadas se integram à decoração dos ambientes.

Com todas essas tendências, é possível notar uma sinergia entre o que as pessoas desejam. Ainda assim, o mais importante é o estilo pessoal de quem frequenta os ambientes.

Lembre-se desse detalhe quando decidir repaginar a sua casa. Explique aos profissionais de arquitetura e design como é seu dia a dia. Mostre o que você e sua família precisam para aproveitar ao máximo o lugar onde moram.

Se a sua intenção é investir em um novo apartamento, essa é a grande oportunidade para colocar em prática o projeto dos seus sonhos. E o primeiro passo é escolher o melhor empreendimento. Conheça a R. Yazbek e se surpreenda com nosso portfólio!