Home office planejado: como criar ambientes de trabalho e estudo

O cenário da pandemia alterou drasticamente a rotina das famílias. Para algumas pessoas, a orientação de permanecer mais tempo em casa trouxe a necessidade de criar um espaço exclusivo para estudar e exercer atividades profissionais.

Por isso, além da decoração de apartamento, o home office planejado ocupa um lugar central na qualidade de vida das pessoas. Você também tem vontade de aproveitar os benefícios desse tipo de projeto? Então, acompanhe as dicas que preparamos para ajudar na montagem do local!

Home office: um novo significado para o lar e as rotinas

Embora as atividades remotas não sejam novidade na vida moderna, nunca foram tão populares como agora. De fato, elas representam a opção ideal para conter as aglomerações e reduzir o contágio do novo coronavírus. Não é à toa que muitas empresas e instituições passaram a executar seus processos no meio digital.

As famílias sentiram a diferença dentro de suas casas e apartamentos. O convívio permanente ficou comum e exigiu que cada pessoa fizesse adaptações para lidar com a nova rotina. Nesse cenário, a busca por espaços capazes de abrigar diferentes recursos e tipos de eventos aumentou.

Crianças precisam continuar os estudos, e adultos devem cumprir suas obrigações. Isso significa que todos necessitam de locais adequados para conduzir suas tarefas e manter um bom nível de produtividade. A saída mais simples, portanto, é modificar cômodos ou adicionar um novo espaço à residência.

O home office pode ter essa característica de área multiuso, ou seja, servir como uma espécie de refúgio para quem precisa fazer reuniões, assistir a aulas e planejar atividades no próprio lar. Por esse motivo, ele também ajuda a tornar o isolamento social com a família mais leve e tranquilo.

Dicas para montar o seu home office planejado

Mais que a estrutura típica de um escritório, é importante providenciar elementos que deixem o local com a cara dos moradores. Também procure pensar em estratégias que favoreçam a organização, visto que ela é essencial para uma convivência harmoniosa.

Usar móveis multifuncionais

Praticidade é uma característica necessária em qualquer local dedicado a afazeres que demandam concentração. Então, planeje com cuidado o mobiliário para conceber um ambiente propício a diversas tarefas: leitura, produção de textos, realização de videoconferências etc.

Uma escrivaninha sempre surge à mente quando falamos em home office, mas você pode ir além. Se há espaço para manter um aparador, por exemplo, escolha um modelo que tenha gavetas e portinhas. Assim, além de uma superfície para apoiar materiais, você terá compartimentos que permitam guardar arquivos, documentos e outros pertences.

Pensar em ergonomia

Quem utiliza um escritório doméstico costuma passar um bom tempo sentado, seja para manipular o computador, seja para rabiscar agendas e outros papéis. Nesse sentido, é preciso considerar o conforto e a ergonomia na hora de escolher determinados móveis.

A cadeira é a mais importante das peças e deve, preferencialmente, ter regulagem no encosto, na altura e na região de apoio dos braços. Também procure personalizar as medidas da mesa ou bancada de trabalho, de modo que seu tampo fique em uma altura confortável e consiga suportar todos os itens empregados nas atividades da família.

Investir em nichos

Outra ideia interessante para quem deseja um home office planejado é apostar nos nichos. São aquelas peças vazadas no fundo e com fechamentos nas bordas. Há modelos em diferentes tamanhos e formatos, dos mais simples aos elaborados, o que favorece a personalização.

A vantagem desses itens está na economia de espaço, visto que ficam fixados às paredes, em alturas específicas. Você pode usá-los tanto para apoiar objetos empregados no dia a dia quanto acessórios decorativos (itens colecionáveis, vasos de flores, quadros etc.).

Com função parecida, as prateleiras também têm bastante utilidade em um ambiente de escritório. Assim, se você achar legal, vale a pena posicioná-las em alturas variadas, combinando com os nichos e fornecendo mais espaço para o apoio de itens.

Escolher luzes adequadas

Muitas pessoas investem em bom um projeto luminotécnico após a compra de apartamento. Afinal, essa é uma forma de tornar os espaços eficientes e adequados a cada tipo de atividade desempenhada. A luz pode ser usada para destacar detalhes, clarear áreas específicas e até orientar pessoas.

No caso do home office, o ideal é apostar em uma iluminação branca (fria). Essa tonalidade ajuda a manter o estado de alerta para que a pessoa permaneça focada em suas tarefas. Também é uma boa opção incluir luminária de mesa na escrivaninha, ou instalar spots direcionáveis sobre a área de trabalho, de modo que os feixes de luz apontem para os locais que você precisa enxergar.

Colocar itens de apoio

Existem muitos objetos próprios para facilitar a organização dos afazeres diários. Então, por que não lançar mão deles na hora de compor seu escritório doméstico? As opções vão desde porta-trecos (para guardar materiais) até lousas que possam ser rabiscadas com lembretes ou listas de compromissos.

Como faria com os nichos e prateleiras, aproveite as áreas livres das paredes para pendurar os elementos de apoio. As peças mais versáteis incluem ganchos de diversos tamanhos, painel metálico ou de madeira (pegboard), caixas organizadoras e até cestinhos para descartar o lixo produzido no local.

Dar um toque pessoal

Ainda que seja destinado a tarefas de trabalho e estudo, o escritório deve ter itens que inspirem e mantenham as pessoas motivadas. Para isso, nada melhor que incluir recursos relacionados aos moradores, como fotografias, lembranças adquiridas em viagens, peças com valor sentimental, entre outras.

Também é legal tornar o espaço mais descontraído com itens que agreguem conforto. Um tapete macio, por exemplo, deixa o local agradável nos dias frios. Já um arranjo de folhagens adiciona cor e transmite o frescor necessário em semanas que marcam altas temperaturas.

Como deu para ver, é possível ter um home office planejado para toda a família. Muitas soluções são simples e já fazem grande diferença na estrutura do espaço. Com a combinação dos itens certos, será muito mais fácil conciliar rotinas e garantir que todos os moradores finalizem seus compromissos em casa.

Agora, o que acha de conferir as vantagens de morar em um condomínio com área de lazer? Aproveite!

Logo